Projeto C.O.V.A.

Enterre-se nesta Cova se tiver coragem e ossos!!!

Aos Artistas Que Sobrevivem Nas Sombras Mais Inspiradoras E Aos Amantes Destas Sombras Na Forma De Arte, Poesia, Literatura E Música


Ferdinand Victor Eugène Delacroix

Compartilhe

Inominável Ser
Admin
Admin

Mensagens : 793
Data de inscrição : 19/05/2010
Idade : 40
Localização : Onde vivem os mortos

Ferdinand Victor Eugène Delacroix

Mensagem  Inominável Ser em Qui Maio 23, 2013 5:12 pm



Auto-Retrato - 1837


Inomináveis Saudações a todos.

Delacroix é um pintor que há muito eu conhecia e pensava em trabalhar com ele. Abro este tópico para exaltar-lhe a Eterna Arte, ele é parte dos Grandes Mestres Da Pintura, um Gênio Maior, suas imagens são de uma sutilieza e de uma movimentação estilística sublimes! A técnica principal, primordial, dele, é a do óleo em canvas, presente na maioria de seus quadros; essa técnica produz uma visibilidade de inteira sofisticação nos quadros, que ficam bem vivos em seus estéticos formatos. Vou postar uma curta biografia dele a seguir, para podermos continuar a desenvolver este tópico.


Pintor francês nascido em Charenton-Saint-Maurice a 26 de abril de 1798. Morreu em Paris a 13 de agosto de 1863. É considerado o chefe da nova Escola Romântica do século XIX.

Ingressou no curso de Pierre Guérin, discípulo de David e continuador das fórmulas neoclássicas, sem deixar-se influir demasiadamente pelo seu mestre. Em 1862, Delacroix realizou uma viagem à Argélia, que lhe serviu de fonte inesgotável durante toda a sua vida.

Entre as suas obras merecem destaque: Cenas Dos Massacres De Quios, Dante E Virgílio No Inferno, A Decapitação De Malino Faliero, A Liberdade Guiando O Povo, Mulheres De Argel e Rapto De Rebeca. Cultivou também a gravura e a litografia, ficando famosas as suas recordações da Argélia e as suas ilustrações para uma edição especial de Fausto, em 1828.

Sua estética neo-barroca foi considerada uma inovação revolucionária na Arte. Delacroix foi um realista pela técnica e idealista pela concepção do esteticismo e não somente da Nova Escola Romântica, mas sim o grande pintor do Romanticismo.

in: Dicionário Internacional De Biografias
Vol. 2
pag. 330


Examinemos três concepções femininas de Delacroix a seguir.





Uma Mulher Má – c.1822





Aspasia - c. 1824




Garota Sentada Em Um Cemitério – 1824


O estilo neo-barroco de Delacroix evoca uma questão que aqui quero abordar. Antes do século XVI não havia em França uma Escola De Pintura importante, que se sobresaisse pelas suas criações e artistas. Eram produzidas apenas miniaturas, retratos, mas nenhuma prova de que havia no país uma Escola própria de longo alcance em importância que se enquadrasse nas grandes produções da Renascença. Antoine (c.1599-1648) e Mathieu (1607-1677) Le Nain foram os que introduziram o estilo barroco em França, estilo encorajado por Luís XIV (1638-1715), O Grande, O Rei Sol, que governou o país de 1643 a 1715. São quadros que retratam com rusticidade e realismo diversas cenas de pessoas comuns, fatos históricos e mitológicos; cenas domésticas e retratos sobressaem-se no estilo barroco de pintura, estilo que contrastou fortemente com as concepções estéticas do Renascimento, época na qual nasceu.

Delacroix é um herdeiro legítimo e incontestável do Barroco e, ao mesmo tempo, é o maior pintor do Romanticismo, vindo a compreender uma forma de Ser Artista de riquezas incalculáveis nas estéticas várias que vem a abordar. Os quadros acima impressionantemente posicionam-se em um não-floreamento das mulheres retratadas, naturalmente mostrando-se, em suas feições, as distintas e respectivas personalidades. Uma Mulher Má, naquele olhar endurecido, nos diz os mistérios envolventes de sua impureza interior; Aspasia, bela mulher do povo, encanta com a singeleza do seu navegante olhar delicado pelos profundos mares de nosso visualizar seu doce interior; Garota Sentada Em Um Cemitério traz a inocência de uma menina em seu rosto assustado e, digamos, um tanto hilário, talvez movido pelas supertições que rondavam as visitas a cemitérios à época, superstições que ainda permanecem. A rusticidade é a potência da beleza expansiva presente nos quadros, expressando a atitude naturalista do não-falsear a realidade física das retratadas. Nos três quadros, retratos de mulheres diferentes que nos anunciam diferenciadas qualidades e defeitos interiores, o pincel de Delacroix é sublimemente fiel ao uso natural da cor, das formas e dos conteúdos específicos abordados no manejar enquadrante das imagens que proporciona para a nossa apreciação.

São quadros de especial anunciação da Arte de Delacroix como retratista formidável.


_________________

Cova Abismal De Poemas Sombrios

    Data/hora atual: Dom Dez 04, 2016 3:20 pm