Projeto C.O.V.A.

Enterre-se nesta Cova se tiver coragem e ossos!!!

Aos Artistas Que Sobrevivem Nas Sombras Mais Inspiradoras E Aos Amantes Destas Sombras Na Forma De Arte, Poesia, Literatura E Música


Chris Pohl

Compartilhe

Elektra
Admin
Admin

Mensagens : 980
Data de inscrição : 19/05/2010

Chris Pohl

Mensagem  Elektra em Ter Ago 20, 2013 6:55 pm

CHRIS POHL







Chris Pohl ou Christian Pohl nasceu em Kreuzberg,Berlin a 9 de fevereiro de 1972), é um músico alemão,líder da banda alemã de futurepop e eurodance Blutengel entre outras.


Chris começou a se interessar por música em meados dos anos 1980 com o hip-hop e breakdance .Aos 18 anos, foi apresentado a “Schwarzen Szene”,(cena dark) e começou a vestir-se de acordo com a cenae inspirado pela cena dark, ele começa a compor músicas no seu pequeno teclado Casio.

Junto com um amigo decidem fazer algo na direção do estilo. Depois de algum tempo, encontrou no álbum “Bioculture” da banda inglesa de EBM Electro Assassin uma música com o nome “Terminal Choice”, e decidiu utilizar esse título para nomear a sua música. Infelizmente o seu colega não tinha interesse neste tipo de música, fazendo com que Terminal Choice se  torna-se um projeto a solo de Pohl.

Além disso, Pohl ficou conhecido na cena por vários trabalhos como DJ. Em 1994 fez um teste com os Terminal Choice, gravando assim cinco cassetes e criando o logo, o que foi válido para o projeto.

Pelas críticas e reviews destas  cassetes pela corrente cena em revistas como “Zillo” e “Bodystyler” e também na “Side-Line”, chegou aos seus primeiros passos para o sucesso. A “Side-Line” passou as  suas cassetes para a gravadora finlandesa Cyberware, onde fechou contrato.

Em 1995, é lançado o primeiro MCD à venda no mercado. As mais diversas direções da Schwarzen Szene inspiraram Pohl, que também sofreu inspiração do BDSM. Após, isso lançou um novo projeto, intitulado Seelenkrank.

Influenciado pelo seu trabalho como DJ criou o projeto  Tumor. Em 1999 já não era possível para Chris Pohl, por razões de contratuais e legais, usar o nome Seelenkrank,por isso este projeto foi posto de lado, e surge assim o projeto Blutengel, lançando ainda em 1999 o primeiro álbum, intitulado “Child of Glass”. Com este projeto definiu fortemente seu trabalho musical passado, deixando de lado assim as letras BDSM e adotando uma temática vampírica. Já com este álbum, teria ultrapassado as vendas do Terminal Choice e do Seelenkrank. Apesar da mudança de vocais femininos, os Blutengel hoje em dia possuem uma grande popularidade.

O sucesso de seus projetos levou-o a grandes apresentações ao vivo, nas quais Pohl fez grandes inserções no visual dos concertos.

Durante a digressão dos Terminal Choice em 2001, juntamente com Gerit Hecht, criou-se os “Pain of Progress”, baseado numa direção mais voltada para o rock. Esse foi o primeiro projeto em que ele atuou apenas como cantor e não como o "faz tudo". Entretanto, devido a sua experiência com as distribuidoras do passado, resolveu criar sua própria distribuidora, intitulando-a Fearsection.

Em meados de 2002 lançou o segundo CD dos Pain of Progress e o projeto também foi posto de lado e Pohl dirigiu toda a sua atenção aos projetos principais, os  Blutengel e os Terminal Choice, voltando-se também para a produção das bandas TrümmerWelten, Silent Assault e Staubkind.





    Tópicos similares

    -

    Data/hora atual: Sex Dez 02, 2016 9:21 pm