Projeto C.O.V.A.

Enterre-se nesta Cova se tiver coragem e ossos!!!

Aos Artistas Que Sobrevivem Nas Sombras Mais Inspiradoras E Aos Amantes Destas Sombras Na Forma De Arte, Poesia, Literatura E Música


Megadeth

Compartilhe

darkangel
Admin
Admin

Mensagens : 172
Data de inscrição : 03/11/2010

Megadeth

Mensagem  darkangel em Qua Nov 10, 2010 4:32 pm



Megadeth é uma banda Americana de Heavy Metal/Trash Metal originária de Los Angeles, Califórnia, formada em 1983 por Dave Mustaine após a sua saida dos Metallica.

Como pioneiros do movimento Trash Metal americano, os Megadeth atingiram fama nos anos 80 mas sofreram várias mudanças de line up,maioritáriamente devido ao uso abusivo de alcóol e drogas. Em 27 anos de carreira, 24 dos quais activos já passaram pelos Megadeth cerca de 20 membros.

Em meados dos anos 80 os Megadeth eram um dos 4 fantásticos do Trash Metal ao lado dos Metallica,Slayer e Anthrax, que foram os grandes impulsionadores do Trash Metal.

Como pioneiros do Trash Metal os Megadeth ajudaram a pavimentar o caminho do Metal Extremo dos finais de 1980 e principios de 1990, e é citado como grande influência de bandas posteriores como os Pantera, Arch Enemy,Lamb Of God e In Flames.

Entre 1983 e 2002, Mustaine e Dave Ellefson eram os únicos membros originais a manterem-se na banda. Actualmente só Mustaine é membro original.

Os Megadeth são conhecidos pelo seu estilo de guitarra distinto, que envolvem passagens musicais complexas e intrincadas, e solos únicos.Mustaine também é conhecido pelo seu vocal entre dentes cerrados assim como pelas letras que frequentemente envolvem politicos, guerra, adição e relações pessoais.


Os Primeiros anos (1983-1984)


Dois meses após ter sido despedido dos Metallica devido ao seu problema de alcoolismo e abuso de drogas, comportamento violento e conflitos, Mustaine junta-se ao baixista Dave Ellefson, ao guitarrista Greg Handevidt e ao baterista Dijon Carruthers e formam os Megadeth.

De acordo com Mustaine o nome Megadeth representa a aniquilação do poder. É soletrado foneticamente porque o significado para nós é o mesmo que no dicionário, é uma hipotética contagem de corpos após um conflito nuclear.É um milhão de mortes. Apesar de os Megadeth serem os primeiros a usarem este nome, os Pink Floyd no inicio de carreira já usavam este nome com uma variação, os Megadeaths.

Animado pelo desejo de vingança, e desejando suplantar os Metallica, Mustaine elevou a intensidade das suas composições, como “Mechanix”, cuja nova formação dos Metallica adaptou para uma versão mais lenta chamada “The Four Horseman”, e após procurar por um vocalista durante 6 meses sem sucesso, decide assumir ele próprio os vocais.

No inicio de 1984 os Megadeth gravam uma demo com 3 temas, com Mustaine, Ellefson e Rausch,que continha as primeiras versões “Last Rites/Loved to Death”, "Skull Beneath the Skin", e "Mechanix". Kerry King dos Slayer assegurou alguns concertos ao vivo.
Após poucos concertos ao vivo em 1984 Lee Rausch é substituido por Gar Samuelson.Com esta demo conseguiram o primeiro contrato com a Independent Label Combat Records, e em Dezembro entra um segundo guitarrista Chris Poland um amigo de Gar.


Killing Is My Business... and Business Is Good! (1985-1986)

No inicio de 1985, a banda recebeu 8 mil dólares da Combat Records para gravar e produzir o seu album de estréia. No entanto após gastarem metade desse dinheiro em alcóol, drogas e comida a banda viu-se forçada a despedir o produtor inicial e eles próprios produziram o album. E apesar de “Killing Is My Business...and business Is Good”, lançado em Maio de 1985, estar do ponto de vista de produção muito fraco, o album foi muito bem recebido.
Este album tem uma cover do tema “These Boots Are Made For Walkin” da Nancy Sinatra, com a lirica alterada por Mustaine.Este tema causou controvérsia nos anos seguintes quando o autor da canção Lee Hazlewood, acusou Mustaine de ser vil e ofensivo e exigiu que o tema fosse retirado do album. Sob ameaça legal o tema foi retirado dos lançamentos após 1995, mas em 2002 com o relançamento do album , uma versão parcial do tema com as partes que Mustaine liricamente alterou sendo substituidas por um “beep”. Em “Killing Is My Business..” a versão deluxe, nas notas extras no encarte do album, Mustaine acusa Hazlewood de durante 10 anos ter reebido royalties antes de ser objector da versão alterada.

No Verão de 1985, o grupo andava em digressão pelos EUA e Canadá a promover o album com os Exciter, quando Chris Poland abandona a banda e teve de ser substituido por Mike Albert. Poland mais tarde voltou aos Megadeth em Outubro desse mesmo ano pouco antes de começarem a trabalhar no segundo album.



Peace Sells...But Who´s Buying? (1986-1987)

Terminado originalmente em Março de 1986 , o Segundo album dos Megadeth volta a sofrer de um orçamento baixo pela Combat records, e a banda inicialmente não ficou satisfeita com o produto final pós produção.
Frustados, assinam contrato com a Capitol Records que também compra os direitos do album seguinte.
A Capitol contratou o produtor Paul Lani e em Novembro de 1986 mais de uma ano depois sai o album “Peace Sells... But Who´s Buying?”, que vendeu mais de um milhão de cópias só nos EUA.

Foi considerado um marco na história do Trash Metal, considerado um dos albuns mais influentes da decada e sem dúvida um album de verdadeiro Trash Metal.
O primeiro single foi “Peace Sells”, e a linha de baixo deste tema foi usado durante anos como o tema para o MTV News.
É o primeiro album com a arte de Ed Repka que redesenhou redesenhou a mascote da banda Vic Rattlehead.

Em Fevereiro de 1987 os Megadeth foram a banda de abertura na digressão Constrictor Tour de Alice Cooper, seguida depois de uma breve digressão em suporte dos Mercyful Fate.
Cooper alarmado com o consumo de estupefacientes dos Megadeth reuniu-se no seu autocarro com a banda e avisou-os sobre o constante uso de drogas.Em Março desse ano os Megadeth começaram a sua digressão mundial, e em Inglaterra tiveram como bandas suporte os Overkill e os Necross.

Após anos de problemas por causa dos abusos das drogas e alcóol Gar Samuelson e Chris Poland foram despedidos dos Megadeth em Julho de 1987 após o último show da digressão no Hawaii, Mustaine declarou que Samuelson estava a ficar descontrolado quando estava sob o efeito das intoxicações e tinha inclusive um baterista substituto Chuck Behler que tinha voado para o caso de este não conseguir cumprir com os últimos concertos.
Mustaine declarou também que Poland tinha vendido equipamento da banda para sustentar o seu vicio de droga, assunto que fala no tema “Liar” que dedicou a Poland. Ele foi inicialmente substituido por Jay Reynolds dos Malice, mas assim que a banda começou a trabalhar no album seguinte, Reynolds foi substituido pelo seu professor de guitarra Jeff Young.


So Far, So Good...So What! (1987-1989)

Com um orçamento maior e o produtor Paul Lani os Megadeth passaram 5 meses a gravarem “So Far,So Good…So What!”, mas mais uma vez as gravações estavam “enguiçadas” em parte devido á batalha que Mustaine travava com a adição, mais tarde Mustaine contou que a produção deste album foi horrivel devido ás drogas e o não saberem bem quais eram as prioridades, para além de de Mustaine ter embatido com Lani por este achar que a bateria deveria ser gravada á parte dos Cymbals, e durante a mixagem do album Mustaine e Lani desentenderam-se e Lani foi substituido por Michael Wagener.

Em Janeiro de 1988 os Megadeth lançam “ So Far, So Good...So What!” que foi platina nos EUA, apesar de os criticos o arrasarem. Deste album saiu o single “In My Darkest Hour”, cuja música Mustaine escreveu como tributo ao baixista Cliff Burton dos Metallica que morreu tragicamente num acidente. Esta canção permaneçe como uma das favoritas dos fans, e quase sempre é tocada ao vivo.
Este album também tem uma cover de um tema dos Sex Pistols “Anarchy in the U.K”, com letra também alterada por Mustaine, que mais tarde confessou que a letra estava assim porque ele ouviu mal a música.

Os Megadeth iniciaram a sua digressão mundial para promover “So Far, So Good...So What!” abrindo para os Dio na Europa em Fevereiro de 1988, e mais tarde juntaram-se aos Iron Maiden que promoviam “Seventh Son of a Seventh Son” nos EUA.
Mais uma vez surgem problemas com o baterista Chuck Behler , que Mustaine substitui por Nick Menza que era o técnico de bateria de Behler.Assim como tinha acontecido com Gar Samuelson, Menza era o plano B na eventualidade de Behler não poder continuar na digressão.

Em Agosto de 1988, os Megadeth aparecem no Festival Monsters Of Rock em Castle Donnington em Inglaterra ao lado dos Kiss,Iron Maiden,Helloween, Gun´s N´Roses e David Lee Roth, onde actuaram para uma plateia de 300.000 pessoas, e logo de seguida foram adicionados á digressão Europeia dos Monsters of Rock que abandonaram logo após o primeiro show. Pouco tempo depois, Mustaine despedia Chuck Behler e o guitarrista Jeff Young, e cancela o resto do calendário da digressão na Austrália. O ambiente na banda era terrivel segundo Mustaine por causa do” tipo que esperavam no fim de cada show”.
Em Julho de 1989 Nick Menza torna-se o baterista oficial dos Megadeth. Incapaz de encontrar um guitarrista a tempo para substituir Jeff, os Megadeth gravam uma cover de Alice Cooper "No More Mr. Nice Guy"só com três elementos.Esta versão surge mais tarde na banda sonora do filme de Wes Craven “Shocker” em 1989.
Enquanto faziam audições para um novo guitarrista no Verão de 1989, Mustaine é preso por conduzir alcoolizado e por posse de estupefacientes tendo embatido num veiculo estacionado ocupado por um policia que estava de folga. Foi condenado a entrar de imediato num centro de reabilitação, e ficou sóbrio pela primeira vez em dez anos.


Rust in Peace ( 1990-1991)

Após a nova sobriedade encontrada de Mustaine os Megadeth começaram a procurar um novo guitarrista, e Lee Altus dos Heathen esteve entre os possíveis candidatos assim como Eric Meyer dos Dark Angel. Meyer já tinha sido convidado quando Chris Poland saiu , mas este declinou para poder se dedicar aos Dark Angel.
Dimebag Darrell Abbott dos obscuros Pantera também fez uma audição e inicialmente ficou com o lugar,mas, recusou-se a juntar-se á banda sem o irmão , o baterista dos Pantera Vinnie Paul Abbott, mas como os Megadeth já tinham contratado para a bateria Nick Menza, acabaram por não ficar com Dimebag.

Em 1987, um Jeff Loomis de 16 anos (dos Sanctuary e mais tarde dos Nevermore) fez uma audição, e apesar de ter feito uma boa audição foi rejeitado por causa da idade.
Loomis mais tarde viu Cacophony com Marty Friedman e Jason Becker em digressão e disse a Friedman, que tinha acabado de lançar o seu primeiro trabalho a solo “Dragon´s Kiss” em 1988, da sua experiência na audição, e Friedman também decidiu fazer uma audição, mas foi recusado por Mustaine por ter o cabelo pintado de várias cores, mas eventualmente Friedman acabou por ficar com o lugar e tornou-se membro oficial dos Megadeth em em Fevereiro de 1990.

Uns Megadeth revitalizados entraram nos estúdios Rumbo em Março de 1990 com o co-produtor Mike Clink para trabalhar no que seria o seu trabalho mais aclamado pela critica de sempre, “Rust in Peace”.

Pela primeira vez a banda trabalhou sóbria, e Clink foi o primeiro produtor a produzir um album de Megadeth do principio ao fim sem ser despedido.

Lançado a 24 de Setembro de 1990, “Rust in Peace” foi um sucesso entre os fans e criticos, tendo vendido mais de um milhão de cópias nos EUA, e recebido uma nomeação em 1991 e 1992 para Melhor Performance no Metal.
Com um som mais apertado, e uma lirica a tocar o limite do progressivo e complexo.
Deste album sairam os singles “Holy Wars...The Punishment Due” e “Hangar 18”, que tiveram ambos videoclips

Em Setembro de 1990, os Megadeth juntaram-se aos Slayer, Testament e Suicidal Tendencies para a digressão Europeia “Clash of titans”, e em Outubro, foram adicionados para a abertura da digressão “Painkiller” dos Judas Priest, culminando numa performance para 140.000 pessoas em Janeiro de 1991 no Rock in Rio 2 no Brasil.
Seguindo o sucesso da digressão “Clash of Titans” Europeia, começa a “Clash of Titans” Americana em Maio de 1991, com os Megadeth ao lado dos Slayer, Anthrax e Alice in Cxhains.
Em Julho o tema “Go to Hell” surge na banda sonora de “Bill & Ted´s Bogus Journey, e pouco depois de “BreakPoint” surgem na banda sonora do “Super Mario Bros”.
Em 1991, os Megadeth também lançam o seu primeiro VHS “Rusted Pieces”, que tem seis videoclips da banda,e uma entrevista.


Countdown to Extinction (1992-1993)


Em Janeiro de 1992, os Megadeth entraram nos Enterprise Studios em Burbank, Califórnia com o co-produtor Max Norman (que tinha mixado Rust in Peace) que os orientou para temas menos complicados e mais curtos. A banda passou quatro meses em estúdio e gravaram talvez o album que mais sucesso comercial teve “Countdown to Extinction”. Foi o primeiro que teve contribuições liricas de todos os membros da banda, e quem escolheu o nome do album foi o baterista Nick Menza.

O album é lançado a 14 de Julho de 1992. Foi um sucesso instantâneo.O album foi dupla paltina e foi nomeado para “Melhor Performance no Metal” em 1993.
O titulo “Countdown to Extinction”também deu aos Megadeth a distinção de ser a única banda de Metal a ganhar o prémio “Doris Day Music Award” atribuido á banda pela “Human Society of the United States” em 1993 por alertar para a destruição das espécies e o “desporto” horrivel de enlatar a caça.


Em Novembro de 1992 a banda lança o seu segundo VHS “Exposure of a Dream” com todos os videoclips lançados antes do “Countdown to Extinction”

Em dezembro de 1992 os Megadeth iniciaram a digressão de promoção do “Countdown to Extinction” com os Pantera e os Suicidal Tendencies.Seguida da digressão americana que começou em Janeiro de 1993 com os Stone Temple Pilots, mas um mês após o seu inicio a banda cancelou todos os restantes shows inclusive as datas no Japão porque Mustaine caiu novamente no abuso de substâncias e acabou na urgência hospitalar.
Após mais sete semanas de reabilitação, Mustaine emergiu limpo uma vez mais, e a banda regressa ao estúdio e grava “Angry Again”, um tema que fez parte da banda sonora do filme Last Action Hero, e que mais tarde foi nomeada para um Grammy em 1994.

Em Junho de 1993, os Megadeth retornam aos palcos, surgindo como “convidados especiais” no festival dos Metallica “Milton Keynes Bowl, tocando no mesmo palco com os sesu ex companheiros pela primeira vez em dez anos, anunciando que as desavenças do passado entre os Megadeth e os Metallica tinham sido esquecidas, mas algum tempo pouco depois os problemas vieram á tona novamente.

Em Julho os Megadeth foram adicionados á digressão dos Aerosmith “Get a Grip US tour”, mas devido a disputas contratuais, e Mustaine ter-se referido ao facto de os Aerosmith “terem idade avançada” foram removidos da digressão após sete datas.
Após esta saída gravam “99 Ways to Die” um tema que surge na compilação de “The Beavis and Butt-Head Experiencs, este tema foi mais tarde nomeado para um Grammy em 1005 para “Best Metal Performance”(Melhor performance de Metal).


Youthanasia (1994-1995)


No inicio de 1994 os Megadeth juntam-se ao co-produtor Max Norman para iniciarem um novo trabalho .Com três membros da banda a residir no Arizona, o trabalho inicial começou nos estúdios Phase Four Studios em Phoenix, mas problemas com o equipamento do estúdio a banda viu-se forçada a procurar outro estúdio.Mustaine insistiu em gravar na sua casa, e a pedido de Norman a banda optou por construir o seu próprio estúdio dentro de um armazém alugado.
Pela primeira vez a banda escreveu e arranjou um album inteiro em estúdio.Estas gravações foram filmadas e foram lançadas no DVD “Evolver: The Making of Youthanasia”.

“Youthanasia”foi lançado a 1 de Novembro de 1994, e em 30 minutos já era Disco de Ouro no Canadá, e platina nos EUA, foi o album mais rápido dos Megadeth a atingir tal proeza.
É um album que se foca em vocais muito fortes e mais acessiveis.A banda foi fotografada pelo fotógrafo de moda Richard Avedon para uma imagem mais cuidada.

O primeiro single “Train of Consequences” atingiu o 29ºlugar das tabelas e em Novembro de 1994 aparecem no “Late Show with David Letterman” a interpretarem o tema “A Tout Le Monde”, para o qual fizeram um videoclip que a MTV se recusou a passar por considerar que o tema incitava ao suicidio.

A digressão de suporte a este album começou na América do Sul em Novembro de 1994, e prolongou-se por 11 meses tornando-se na mais longa de sempre da carreira dos Megadeth.
A banda juntou-se aos Corrosion of Conformity na Europa e EUA, e com os Flotsam e Jetsam, Korn e Fear Factory também nos EUA.
A digressão culminou com a apresentação nos festival Monsters of Rock no Brasil com Alice Cooper e Ozzy Osbourne.
Em Janeiro de 1995, os Megadeth surgem na banda sonora do filme de terror “Tales From The Crypt Presents:Demon Knight”, com o tema “Diadems”.
Também fizeram uma cover do tema “Paranoid” no album de tributo aos Black Sabbath “Nativity in Black”.Esta versão foi nomeada para um Grammy em 1996, para “Best Metal Performance” (Melhor performance de Metal).

Em Março de 1995 os Megadeth lançaram uma edição especial do m”Youthanasia”na Europa que continha um cd extra intitulado “Hidden Treasures”.Este disco extra contém todos os temas de bandas sonoras de filmes, todas as covers que fizeram e albuns tributo, incluindo uma nova versão do tema “Problems” dos Sex Pistols.Devido a inúmeros pedidos dos fans este disco acabou por ser mais tarde editado sózinho como um EP nos EUA e Japão em Julho de 1995.


Cryptic Writtings (1996-1998)





Após esta extensa digressão, os Megadeth pararam para descansar.Mustaine dedicou-se a MD.45 um projeto paralelo com Lee Ving dos Fear.

Em Setembro de 1996 os Megadeth começam a trabalhar no próximo album em Londres com o produtor Giles Martin(que também contribuiu com letras e ideias) com o titulo “Needles and Pins”, mas devido a problemas com o artwork original a capa do album foi substituida por um simbolo voodoo e foi batizada com o nome “Cryptic Writings”.O album saiu a 17 de Junho de 1997 pela Capitol Records e foi o sexto album consecutivo dos Megadeth a ser disco de ouro nos EUA.O single “Trust” foi nomeado para o titulo Best Metal Performance”(Melhor Performance de Metal)em 1998.

Após mais de um ano afastados dos palcos, os Megadeth regressam ás digressões em Junho de 1997, com os Misfits, e mais tarde nos EUA com os Life of Agony e os Coal Chamber.Em Julho juntam-se ao Ozzfest 98, mas a meio da digressão o baterista Nick Menza descobre um tumor num joelho e é forçado a abandonar o grupo para se submeter a uma cirurgia.Jimmy DeGrasso torna-se um substituto temporário inicialmente mas mais tarde torna-se permanente, após Mustaine afirmar que Menza tinha mentido ácerca de ter um cancro.


Risk (1999-2000)

Após o sucesso de “Cryptic Writings”os Megadeth optaram por trabalhar novamente com o produtor de música country/pop Dann Huff em Nashville, e supervisionado pelo manager Bud prager, creditado também pela sua contribuição na lirica de 5 temas.Presionado pelo manager a banda deu mais poder a Dann Huff ainda sobre os efeitos do sucesso anterior,mas viria a provar-se uma má escolha.
Lançado a 31 de Agosto de 1999, “Risk” foi tanto comercialmente como pela critica considerado um falhanço.
É um album sem restéa de metal, e apresenta um som com influências electrónicas e disco.
O single “Crush Em” apareceu na banda sonora do filme “Universal Soldier: The Return”, e temporáriamente no tema de entrada do para o Bill Goldberg no World Championship Wrestling.Mais tarde tornou-se o tema oficial da NHL, tocada durante os jogos de hockey.
Em Julho de 1999os Megadeth gravaram uma versão do tema “Never Say Die” dos Black Sabbath, que apareceu no segundo album tributo “Nativity in Black”

Em Setembro de 1999 iniciaram a digressão do album “Risk” ao lado dos Iron Maiden na Europa.Três meses depois, o guitarrista Marty Friedman anunciou a sua saída, tendo sido substituido por Al Pitrelli, ex Savatage,Alice Cooper e atualmente nos Trans-Siberian Orchestra em Janeiro de 2000.

Os Megadeth regressam ao estúdio em Abril de 2000, mas apenas um mês depois foram convidados para se juntarem á digressão “Maximum Rock”ao lado dos Anthrax e Motley Crue, e assim o album ficou em suspenso.

Os Megadeth e a Capitol Records separaram-se em Outubro de 2000, após 14 anos.Lançam um Greatest Hits “Capitol Punishment:The Megadeth Years”, que contém dois temas novos:”Kill the King” e “Dread and the Fugitive Mind”, dois temas que os aproximam novamente ás suas raízes no metal.



The Word Needs a Hero (2001-2002)



Mustaine após despedir o manager Bud Praguer pela má prestação no “Risk”, decide ele próprio produzir o próximo album “The World Needs a Hero” .Um album totalmente escrito por Mustaine(o que já não acontecia desde “Peace Sell´s...but who´s buying?”) que sai a 15 de Maio de 2001.O primeiro single “Moto Psycho” foi bem recebido pela critica.

Seguen entretanto em digressão pela Europa em suporte aos AC/DC seguida pela digressão pelos EUA com os Iced Earth e Endo.Digressão esta que foi encurtada devido aos ataques de 11 de Setembro.




Lançam o DVD “Rude Awakening”que atingiu ouro a 23 de Julho de 2002.

Fim (2002–2004)


Em Janeiro de 2002, Mustaine foi internado para remover uma pedra do rim, durante a cirurgia e reabilitação foram lhe dados medicamentos para as dores que o levaram a uma recaída.Após a alta do hospital, internou-se num centro de reabilitação no Texas.Enquanto estava internado, Mustaine sofreu uma queda enquanto dormia que lhe provocou graves danos nos nervos no braço esquerdo.O braço embateu numa cadeira que lhe causou compressão dos nervos radiais.Foi diagnosticado uma neuropatia radial que o deixou incapacitado até para fechar o punho esquerdo, é uma condição que dá pelo nome de “Saturday Night Palsy”.

E a 3 de Abril de 2002, Mustaine anunciou numa conferência de imprensa que os Megadeth tinham terminado devido ao seu problema no braço.
Nos 4 meses seguintes, Mustaine sujeitou-se a uma fisioterapia intensiva, cinco dias por semana, e lentamente foi reaprendendo a usar a sua mão.

De forma a cumprir obrigações contratuais com a Sanctuary Records, os Megadeth lançaram uma compilação “Still Alive...and Well?”a 10 de Setembro de 2002.A primeira metade do album contém algumas gravações ao vivo gravadas no Web Theatre em Phoenix, Arizona a 17 de Novembro de 2001.A segunda metade do album contém gravações de estúdio tiradas do album “The World Needs a Hero”.

Um ano depois de recuperação, Mustaine começou a trabalhar naquilo que seria o seu primeiro album a solo.Este trabalho foi gravado com músicos de sessão, Vinnie Colaiuta e Jimmy Sloas em Outubro de 2003, mas o projeto ficou a meio quando Mustaine acedeu a remixar e remasterizar os oito albuns do catálogo dos Megadeth com a Capitol Records.

Mustaine regravou algumas partes que tinham sido perdidas ao longo do tempo ou alteradas sem o seu conhecimento nas mixagens iniciais.
The System Has Failed (2004 – 2005)

Em Maio de 2004 Mustaine regressa ás gravações pensando num album a solo, mas devido a obrigações contratuais teve de iniciar um album sob o nome Megadeth, e assim nasce “The System Has Failed” a 14 de Setembro de 2004.
A digressão mundial em suporte do album começa em Outubro com o baixista James MacDonough dos Iced Earth e o guitarrista Glen Drover dos Eidolon,e King Diamond.
Durante os ensaios, o recém chegado Nick Menza abandonou a banda pois sentia-se incapaz de aguentar o ritmo da digressão americana que se avizinhava.Foi substituido sómente cinco dias antes do primeiro show por Shawn Drover dos Eidolon, irmão do novo guitarrista Glen Drover.A digressão começou com os Exodus e mais tarde na Europa seguiu com Diamond Head e Dungeon.

Em Junho de 2005, a Capitol Records lança mais um album de Greatest Hits “Greatest Hits: Back to the Start”.


Gigantour (2005 – 2006)

No Verão de 2005, Mustaine organizou um festival de heavy metal chamada Gigantour, com as seguintes bandas: Dream Theater, Nevermore, Anthrax, Fear Factory, Dillinger Escape Plan, Life of Agony, Symphony X, Dry Kill Logic e Bobaflex.Os concertos em Montreal e Vancouver foram gravados e lançados em DVD e CD no Verão de 2006.

Em Fevereiro de 2006, o baixista James MacDonough abandonou a banda e foi substituido por James LoMenzo ex.David Lee Roth, White Lion e Black Label Society.

No Outono de 2006 a Gigantour lançou-se á estrada com os Lamb of God, Opeth, Arch Enemy,Overkill,Into Eternity,Sanctity e Smash Up.A Gigantour 2006 também fez 3 concertos na Austrália que incluiram Soulfly,Arch Enemy e Caliban.
Os shows de Sunrise na Califórnia foram gravados e lançados em DVD e CD e foram lançados na Primavera de 2008.


United Abominations (2006–2009)

O 11º album dos Megadeth “United Abominations” saiu a 15 de Maio de 2007.Conta com uma nova versão do a “Á Tout le Monde( Set Me Free)”num dueto com Cristina Scabbia dos Lacuna Coil.

Em Março de 2007 começaram nova digressão pelo Canadá e EUA com os Heaven And Hell , Down e Machine Head.
A terceira ronda do Gigantour começou em Novembro de 2007 com os Static X, Lacuna Coil, Devil Driver e Bring Me the Horizon.

Em 13 de Janeiro de 2008, Dave Mustaine confirmou a saida de Glen Drover devidos a problemas familiares e foi substituido por Chris Broderick, ex.Nevermore e Jag Panzer.

A quarta ronda do Gigantour em 2008 contou com os In Flames,Children of Bodom,Job for a Cowboy e High on Fire.

Uma compilação chamada “Anthology: Set The World Afire” saiu a 30 de Setembro de 2008.



Endgame (2009)

Os Megadeth embarcaram em Fevereiro e Março de 2009 na digressão europeia “Priest Feast” com os Judas Priest e os Testament.

O album “Endgame” é uma homenagem ao documentário de Alex Jones com o mesmo nome, e foi lançado em Setembro.O single “head Crusher” foi nomeado para um Grammy em 2010.


O nome Megadeth é uma forma deliberadamente incorreta de escrever megadeath, um termo usado em 1953 pelo estratega Herman Kahn da RAND military para descrever um milhão de mortes popularizado no livro de 1960 “On Thermonuclear War”





Controvérsias


A lirica de Mustaine muitas vezes é mal interpretada levando a que seja censurada,”In My Darkest Hour”foi banido da MTV em 1988 por alegadamente incentivar o suicidio.”A Tout Le Monde” mais tarde também foi banida da MTV pelo mesmo motivo, quando de fato foi escrita da perspectiva de alguém que está a morrer e deixa as suas últimas palavras a todos os que ama.
Por outro lado o cinismo de Mustaine e a sua posição em relação á politica :“Peace Sells” “The World Needs a Hero”, ambientalismo “Countdown to Extinction”é revelado em muitos dos temas.As nações Unidas são criticadas em “United Abominations”só para citar alguns.
A adição é outro tema recorrente “Use the Man”, “Burnt Ice”,”Addicted to Chaos”.
Recentemente a lirica também aborda aspetos religiosos, “Never Walk Alone...A Call To Arms”supostamente aborda a relação de Mustaine com Deus,”Shadow of Death” com palavras retiradas do Salmo 23 do King James Bible (Biblia do Rei James).

Dave Mustaine é conhecido pelas declarações inflamatórias que dá aos media , normalmente em questões relacionadas com os antigos colegas e outras bandas incluindo os Slayer e os Metallica.Os mais
notórios são os que envolvem James Hetfield e Lars Ulrich.

Em Abril 1988, num concerto em Antrim, no Norte da Irlanda, Mustaine sem querer fez uma afirmação que foi mal interpretada.Antes do tema final “Anarchy in the UK”, Mustaine disse “Esta é pela causa” (associaram ao IRA), e uma luta começou entre os fans protestantes que se ofenderam com tais palavras, e segundo Mustaine tiveram de fazer o resto da digressão pela Irlanda num autocarro á prova de bala.
Mais tarde Mustaine explicou que tinha entendido mal a expressão “Causa”pelas t-shirts que várias pessoas vestiam fora do concerto.Este incidente serviu como inspiração para o tema “Holy Wars...The Punishment Due”.


Em Julho de 2004, o baixista David Ellefson processou Mustaine em 18.5 milhões, alegando ter sido posto de fora do merchandise e royalties.O caso foi anulado em 2005, e Mustaine fez uma contra acusação que foi resolvido posteriormente fora dos tribunais.

Os Megadeth tiveram sucesso comercial em todo o mundo e venderam mais de 25 milhões de albuns, com seis albuns consecutivos certificados com platina nos EUA. A banda recebeu também 8 nomeçaões consecutivas para os Grammy como “Best Metal Performance”.Os Megadeth são uma das mais bem sucedidas bandas de Trash Metal de todos os tempos.
“Peace Sells...but who´s buying?” é considerado um marco na história do Trash Metal


Membros Actuais

Dave Mustaine – vocalista e guitarra desde 1983
David Ellefson – baixista (1983 - 2002, 2010)
Chris Broderick – guitarrista desde 2008
Chris Broderick – guitarra e coros desde 2008 (ex Nevermore)


Ex Membros

Guitarristas
Marty Friedman – segunda guitarra (1989-2000)
Greg Handevidt - segunda guitarra (1983-1984)
Al Pitrelli –segunda guitarra (2000 -2002)
Chris Poland – segunda guitarra (1984-1985, 1985-1987, 2004)
Glen Drover – segunda guitarra (2004 – 2008)
Jeff Young – segunda guitarra (1987-1988)
Kerry King – segunda guitarra (não foi de fato um guitarrista fixo, apenas realizou alguns concertos.(1984)
Jay Reynolds –segunda guitarra (1987)
Mike Albert – segunda guitarra (1985)

Baixistas
James MacDonough (2004 – 2006)
James Lomenzo (2006- 2010)



Bateristas

Dijon Carruthers (1983)
Lee Rausch (1983)
Gar Samuelson (1984-1987)
Chuck Behler (1987-1988)
Nick Menza (1989-1998)
Jimmy DeGrasso (1998-2002)


Músicos temporários
Estes três músicos gravaram o CD The System Has failed com Mustaine, mas não continuaram na banda.
Chris Poland - segunda guitarra
Jimmy Sloas – baixo
Vinnie Colaiuta – bateria



Discografia

Killing Is My Business…and Business Is Good! (1985)
Peace Sells…but Who´s Buying? (1986)
So Far, So Good…So What! (1988)
Rust In Peace (1990)
Countdown To Extinction (1992)
Youthanasia (1994)
Cryptic Writings (1997)
Risk (1999)
The World Needs a Hero (2001)
The System Has Failed (2004)
United Abominations (2007)
Endgame (2009)




darkangel
Admin
Admin

Mensagens : 172
Data de inscrição : 03/11/2010

Re: Megadeth

Mensagem  darkangel em Sex Dez 31, 2010 2:17 pm

Killing Is My Business…and Business Is Good!





Last Rites/Loved To Deth
Killing Is My Business...And Business Is Good!
The Skull Beneath The Skin
These Boots
Rattlehead
Chosen Ones
Looking Down The Cross
Mechanix


darkangel
Admin
Admin

Mensagens : 172
Data de inscrição : 03/11/2010

Re: Megadeth

Mensagem  darkangel em Sex Dez 31, 2010 2:21 pm

Peace Sells…but Who´s Buying?





Wake Up Dead
The Conjuring
Peace Sells
Devil's Island
Good Mourning/Black Friday
Bad Omen
I Ain't Superstitious
My Last Words






darkangel
Admin
Admin

Mensagens : 172
Data de inscrição : 03/11/2010

Re: Megadeth

Mensagem  darkangel em Sex Dez 31, 2010 2:31 pm

So Far, So Good…So What!





Into The Lungs Of Hell
Set The World Afire
Anarchy In The U.K.
Mary Jane
502
In My Darkest Hour
Liar
Hook In Mouth


darkangel
Admin
Admin

Mensagens : 172
Data de inscrição : 03/11/2010

Re: Megadeth

Mensagem  darkangel em Sex Dez 31, 2010 2:33 pm

Rust In Peace





Holy Wars...The Punishment Due
Hangar 18
Take No Prisoners
Five Magics
Poison Was The Cure
Lucretia
Tornado Of Souls
Dawn Patrol
Rust In Peace… Polaris





darkangel
Admin
Admin

Mensagens : 172
Data de inscrição : 03/11/2010

Re: Megadeth

Mensagem  darkangel em Sex Dez 31, 2010 2:38 pm

Countdown To Extinction





Skin O' My Teeth
Symphony Of Destruction
Architecture Of Aggression
Foreclosure Of A Dream
Sweating Bullets
This Was My Life
Countdown To Extinction
High Speed Dirt
Psychotron
Captive Honour
Ashes In Your Mouth






darkangel
Admin
Admin

Mensagens : 172
Data de inscrição : 03/11/2010

Re: Megadeth

Mensagem  darkangel em Sex Dez 31, 2010 2:44 pm

Youthanasia





Reckoning Day
Train Of Consequences
Addicted to Chaos
A Tout Le Monde
Elysian Fields
The Killing Road
Blood Of Heroes
Family Tree
Youthanasia
I Thought I Knew It All
Black Curtains
Victory





darkangel
Admin
Admin

Mensagens : 172
Data de inscrição : 03/11/2010

Re: Megadeth

Mensagem  darkangel em Sex Dez 31, 2010 2:46 pm

Cryptic Writings





Trust
Almost Honest
Use The Man
Mastermind
The Disintegrators
I'll Get Even
Sin
A Secret Place
Have Cool, Will Travel
She-Wolf
Vortex
FFF


darkangel
Admin
Admin

Mensagens : 172
Data de inscrição : 03/11/2010

Re: Megadeth

Mensagem  darkangel em Sex Dez 31, 2010 2:48 pm

Risk





Insomnia
Prince Of Darkness
Enter The Arena
Crush 'Em
Breadline
The Doctor Is Calling
I'll Be There
Wanderlust
Ecstasy
Seven
Time: The Beginning
Time: The End



Última edição por darkangel em Sex Dez 31, 2010 2:53 pm, editado 1 vez(es)

darkangel
Admin
Admin

Mensagens : 172
Data de inscrição : 03/11/2010

Re: Megadeth

Mensagem  darkangel em Sex Dez 31, 2010 2:53 pm

The World Needs a Hero





Disconnect
The World Needs A Hero
Moto Psycho
1000 Times Goodbye
Burning Bridges
Promises
Recipe for Hate... Warhorse
Losing My Senses
Dread And The Fugitive Mind
Silent Scorn
Return To Hangar
When


darkangel
Admin
Admin

Mensagens : 172
Data de inscrição : 03/11/2010

Re: Megadeth

Mensagem  darkangel em Sex Dez 31, 2010 2:57 pm

The System Has Failed





Blackmail The Universe
Die Dead Enough
Kick The Chair
The Scorpion
Tears In A Vial
I Know Jack
Back In The Day
Something That I'm Not
Truth Be Told
Of Mice And Men
Shadow Of Deth
My Kingdom


darkangel
Admin
Admin

Mensagens : 172
Data de inscrição : 03/11/2010

Re: Megadeth

Mensagem  darkangel em Sex Dez 31, 2010 2:58 pm

United Abominations





Sleepwalker
Washington Is Next!
Never Walk Alone
United Abominations
Gears Of War
Blessed Are The Dead
Play For Blood
À Tout Le Monde (Set Me Free)
Amerikhastan
You're Dead
Burnt Ice


darkangel
Admin
Admin

Mensagens : 172
Data de inscrição : 03/11/2010

Re: Megadeth

Mensagem  darkangel em Sex Dez 31, 2010 3:02 pm

Endgame





Dialectic Chaos
This Day We Fight!
44 Minutes
1,320'
Bite The Hand
Bodies
Endgame
The Hardest Part Of Letting Go...
Head Crusher
How The Story Ends
The Right To Go Insane




Conteúdo patrocinado

Re: Megadeth

Mensagem  Conteúdo patrocinado Hoje à(s) 7:19 pm


    Data/hora atual: Sex Dez 02, 2016 7:19 pm