Projeto C.O.V.A.

Enterre-se nesta Cova se tiver coragem e ossos!!!

Aos Artistas Que Sobrevivem Nas Sombras Mais Inspiradoras E Aos Amantes Destas Sombras Na Forma De Arte, Poesia, Literatura E Música


Death Metal

Compartilhe

Elektra
Admin
Admin

Mensagens : 980
Data de inscrição : 19/05/2010

Death Metal

Mensagem  Elektra em Seg Nov 22, 2010 5:41 pm

DEATH METAL




Surge na decada de 1980,com raízes no Trash Metal porém apresenta mais agressividade que o seu antecessor, letras com temas niilistas, sobre violência, morte e sobre a fragilidade da vida humana.


As suas principais caracteristicas:


-O vocal gutural é uma das características mais notáveis das bandas de death metal. Os vocais normalmente em geral são guturais graves (podendo ter algumas variações para guturais agudos, o vocal scream), porém algumas bandas usam vocal rasgados como o Possessed.
-A bateria é mais cadenciada e faz uso intensivo da técnica de "Blast Beat" (técnicas herdadas do Jazz e Fusion) que emite um som semelhante ao de uma "metralhadora",ou então batida bate-estaca, similar a do Hardcore porém mais acelerada.
-Guitarras distorcidas e baixos com andamentos acelerados
As letras das bandas do estilo possuem temas mórbidos relacionados com a morte, violência, filmes de terror, filosofia, batalhas épicas entre outros.


A origem do termo Death Metal é controversa, assim como qual seria a primeira banda do gênero.
Consta que a primeira aparição do termo foi numa entrevista com os Venom. Quando perguntados sobre que tipo de música eles tocavam, os membros do grupo responderam: "Nós somos black metal, death metal, Thrash Metal...". Uma outra aparição pioneira do termo foi a coletânea Death Metal (1984), lançada pela editora alemã Noise. Ela incluía canções dos Helloween, Hellhammer e Running Wild. Também em 1984 os Possessed lançaram a sua demo denominada Death Metal, antecessor do álbum Seven Churches, álbum clássico de 1985. O nome da demo vinha da música homônima que participava da demo mas assim como as outras três músicas da demo ficaram conhecidas com o lançamento do Cd no ano seguinte. Apesar disso, a banda se auto-intitulava Thrash Metal na época.

Na Europa os Bathory, os Sodom e Celtic Frost tomaram o termo para si. Nos Estados Unidos surgiam os Mantas (futuros Death) e os Master.


HISTÓRIA DO DEATH METAL



Anos 80: A primeira geração


O Death Metal surgiu no início dos anos 80,bandas como Hellhammer, Sodom, Possesed e Death estavam a iniciar as suas carreiras.
Em princípio o Death Metal tinha como influencias básicas o Thrash metal praticado por bandas como Venom, Warfare, Atomkraft, Tank, Voivod, Living Death, e o hardcore de bandas como GBH, Agnostic Front, Dissension, D.R.I. e Discharge. Em 1984 os Sodom lançam o Inthe Sign of Evil, um disco bem cru com uma sonoridade oscilando entre Death Metal e Black Metal. Em 1985 os Possessed Lançam o Seven Churches grande clássico do gênero, considerado por muitos o primeiro álbum de Death Metal, no mesmo ano sairiam Endless Pain (Kreator), Bestial Devastation (Sepultura) e Hell Awaits (Slayer).

O ano de 1986 definitivamente foi o ano do Death Metal, pois nesse ano começam a surgir álbuns cada vez mais rapidos e com sonoridades cada vez mais viscerais, o Death Metal mostrava a sua força e veio para ficar. Muitos consideram Reign in Blood do Slayer, como influência principal para tudo o que se viria a chamar Death Metal depois desse lançamento, apesar de comumente considerarem Slayer uma banda de Thrash Metal, esse álbum mostrava características fortes de Death Metal em faixas como Angel of Death, Necrophobic e Jesus Saves, foi considerado na época um álbum de Death Metal. Outros álbuns marcantes daquele ano foram Pleasure to Kill (Kreator), Antes do Fim (Dorsal Atlantica), Morbid Visions (Sepultura), Obssesed by Cruelty (Sodom), Scream Bloddy Gore (Death), Bloody Vengeance (Vulcano), Power of Darkness (Minotaur).


Anos 90: A segunda geração


A segunda geração foi de facto a responsável pela afirmação e notoriedade do Death Metal na cena underground actual.
Com caracteristicas mais agressivas e vicerais, devido á influência herdada do grindcore já no fim dos anos 90, novas bandas surgiram já rotuladas como Death Metal, diferente da década de 80 onde as bandas que começaram a formação do Death Metal eram bandas de Thrash que incorporavam certas características que não correspondiam ao Thrash Metal e que tornavam o som mais agressivo.

Dessa epóca destaca-se as seguintes caracteristicas:

-guturais extremamente graves, baixa afinação das guitarras, uso intenso de blast beats (característica herdada do grindcore), melhoria considerável nas técnicas musicais, dentre outras muitas características que são evidenciadas nas vertentes que surgiram a partir dessa evolução do Death Metal.

Dentre as bandas pioneiras dessa nova geração, podemos destacar: Morbid Angel, Cannibal Corpse, Autopsy, Obituary, Bolt Thrower e Krisiun. Essas bandas lançaram álbuns que se tornaram referência dentro da cena, como os álbuns Butchered At Birth e Tomb of The Mutilated da banda Cannibal Corpse, com temática gore, guturais extremamente graves e um som revolucionador.


Death Metal melódico


O Death Metal Melódico, é um subgênero do Death Metal.
Como o nome sugere, ele é mais melódico, ou seja, apresenta mais ênfase na melodia e técnicas harmônicas, menos brutal e com uma presença mais activa de solos em guitarra do que seu gênero-mãe, o Death Metal, e muitas bandas fazem uso do teclado(raro no Death Metal), como as bandas Children of Bodom e Norther. Existem bandas que usam o vocal limpo em trechos de algumas músicas, ao invés do vocal gutural ou rasgado em todas as músicas, como acontece no Death Metal. É bem verdade que isso não é uma regra a se seguir, pois bandas como Arch Enemy e Amon Amarth não seguem essa tendência.

As bandas percursoras desta variação do Death Metal foram os Dismember, In Flames, Dark Tranquillity e At the Gates.



A cena de Gotemburgo


A cidade de Gotemburgo,na Suécia, é considerada a cidade onde o Death Metal melódico "mora". Muitas bandas originárias de lá aderiram a esse som e, por isto, o Death Metal melódico também é muitas vezes chamado de Gothenburg Metal. Algumas bandas dessa cidade são: In Flames, At the Gates, Arch Enemy, Soilwork e Dark Tranquillity.


Death/Doom


O Death/Doom é um sub-gênero que, em princípio, misturava o doom metal "tradicional" dos Candlemass e Trouble com o metal extremo do Death e Morbid Angel. Essa mistura incorpora os andamentos lentos, o clima melancólico e os riffs inspirados em Black Sabbath, do Doom, juntando-os à velocidade, os vocais guturais e os riffs atonais do Death Metal.

    Data/hora atual: Dom Dez 04, 2016 3:18 pm