Projeto C.O.V.A.

Enterre-se nesta Cova se tiver coragem e ossos!!!

Aos Artistas Que Sobrevivem Nas Sombras Mais Inspiradoras E Aos Amantes Destas Sombras Na Forma De Arte, Poesia, Literatura E Música


Gangrena Gasosa

Compartilhe

Inominável Ser
Admin
Admin

Mensagens : 793
Data de inscrição : 19/05/2010
Idade : 40
Localização : Onde vivem os mortos

Gangrena Gasosa

Mensagem  Inominável Ser em Qua Nov 24, 2010 10:34 pm



Inomináveis Saudações a todos vós, Coveiros e visitantes.

Esta banda trata de um conceito musical original, autêntico e inovador, que inimitável pode-se dizer que é. Louco seria, igualmente, a denominação de seu trabalho, uma mistura de Trash Metal com pontos de Umbanda e Candomblé. Mas, o mundo é do Louco e todos os mais genais exemplares humanos tiveram a sua ponta de loucura envolta por miríades de encantantes momentos dentre os quais podemos notar que suas virtudes eternizaram-se por causa mesmo de seus delírios. Goste-se ou não desta lendária banda 100% UNDERGROUND QUE NÃO SE VENDEU DESDE A SUA FORMAÇÃO ORIGINAL, é inegável que tenhamos em mente que a sua importância é grandiosa na História Do Metal, em geral. Confesso que conheço, ainda, muito pouco desta banda; no entanto, o tempo vai fazer com que este meu terrível erro seja reparado.

Encontrei na Internet as duas melhores biografias da banda, no MySpace da mesma e na página wiki que dela fala na Wikipédia, as quais postarei a seguir.



No início dos anos 90 era o auge do Thrash Metal e as bandas estilo “Bay Area” (alguém lembra disso?) dominavam e influenciavam a cena. Enquanto isso, no Rio de Janeiro, uma promessa solene era feita em meu nome diante do palco do Circo Voador. Dois amigos que assistiam ao show de lançamento do disco Brasil dos Ratos de Porão e disseram: - um dia teremos uma banda que vai abrir pro Ratos de Porão no Circo Voador.
Foi assim que começou a maior banda de Saravá Metal do planeta: gangrena gasosa. A temática era única. Ao invés de cultuar meus primos Devils, Demons e Satans do satanismo from Hell, seria a vez dos manos Exús, Pretos Velhos, Caboclos, e Pomba Giras da macumba dos terreiros do Brasil. O visual tradicional também foi substituído por cartola de Tranca Rua, capa de Exú Caveira, filá de Omulú (uma peruca de palha ideal pro vocalista careca), charuto de Zé Pilintra e vestido vermelho de Pomba Gira. As correntes e cadeados foram trocados por guias de Orixá.

Um ano depois no palco do Circo Voador, voaram litros de cachaça, farofa, fubá, cebola, velas pretas e vermelhas ao som de DESPACHO FROM HELL, PEGUE SANTO OR DIE!, EXÚ NOISE TERROR, SARAVÁ METAL, TROOPS OF OLODUM e outros pontos de macumba hardcore. Esse era o sonhado show de abertura da Gangrena Gasosa para os Ratos de Porão, a formação da banda então já era diferente, mas a profecia foi realizada!.

O primeiro disco em vinil e Cd chamado “WELCOME TO TERREIRO” foi lançado pela gravadora Rock It! com 12 músicas. Com este cd a banda fez shows no lendário Garage da Rua Ceará, no Canecão, no Aeroanta em São Paulo, em Florianópolis e vários outros.

6 anos depois, o segundo cd “SMELLS LIKE A TENDA SPÍRITA” foi lançado pela Tamborete Records, os pontos de macumba que eram sampleados nos shows, passaram a ser incorporados na música pela nova formação que também incluía percussão. Este foi o Cd apresentado em maio de 2001 na tour de 28 shows que a banda fez na Alemanha e na Áustria, além de outros shows no Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília e Curitiba.

O terceiro trabalho fechou – pelo menos por enquanto – a parte dos meninos no contrato. A gravação de 3 discos de 6 em 6 anos. Em 06 de junho de 2006, foi lançado pela internet o Ep comemorativo do meu aniversário: 6/6/6.

O próximo álbum se chama “Se Deus é 10 Satanás é 666”. Com o lançamento a banda bota o pé na estrada no Brasil até a 2ª tour na Europa em 2011.
A minha bença e meu Saravá pra esses meninos!


Ass.: Esse mesmo que você tá pensando.


in: http://www.myspace.com/gangrenagasosa



No ano de 1990 o Thrash Metal estava em seu auge, e as bandas estilo “Bay Area” dominavam a cena. No mesmo ano, durante o show de lançamento do álbum Brasil no Circo Voador, os músicos da primeira formação da Gangrena Gasosa tiveram a idéia de fazer uma banda que abriria um show para o Ratos de Porão.

As composições misturando metal com macumba criaram um estilo que acabou sendo rotulado com o nome de uma de suas músicas, “Saravá Metal”. Ao invés de cultuar “Devils”, “Demons” e “Satans” do satanismo From Hell, a banda tem como tema os Exus, Pretos Velhos, Caboclos e Pomba-Giras da macumba dos terreiros do Brasil. O visual tradicional também foi substituído por cartola de Exu Tranca-Rua, capa de Exu Caveira, filá de Omulu (uma peruca de palha ideal para o vocalista careca), charuto de Zé Pelintra e vestido vermelho de Pomba-Gira. Alguns meses depois a Gangrena Gasosa lançou a demo-tape “Saravá Metal”, logo ganhando prestígio pelo país, sendo apresentada pela imprensa como a primeira banda de saravá metal do mundo.

Em 1991 lançou seu primeiro em vinil pela Rock It!, intitulado "Welcome to Terreiro". No inicio de 1993 a Gangrena Gasosa cumpriu sua meta e abriu um show do Ratos de Porão no Circo Voador com um público de pelo menos três mil pessoas. O show tornou-se o primeiro de vários. A banda fez shows no lendário Garage da Rua Ceará, no Canecão, no Aeroanta em São Paulo, em Florianópolis, dentre outros. Ainda em 1993 acontece o lançamento do segundo álbum, batizado de “Smells Like a Tenda Spirita”, pela Tamborete Records. Os pontos de umbanda que antes eram sampleados nos shows, passaram a ser incorporados nas músicas devido a nova formação, que incluía percussão.

Em maio de 2001, a banda Gangrena Gasosa cumpriu uma agenda de shows pela Europa, divulgando o segundo álbum Smells Like A Tenda Spirita, A turnê internacional, batizada de Explicit Grossness Tour foi composta por 28 shows na Alemanha e Áustria. No ano seguinte, após alguns shows a banda se desfez devido a baixas e problemas internos.

No ano de 2005 o atual vocalista da Gangrena Gasosa, Angelo Arede (ex baixista da bandaDorsal Atlântica conheceu o músico Anjo Caldas, percussionista da Banda Catapulta e, atualmente membro da banda da cantora Elba Ramalho. Essa parceria deu início a reunião de antigos membros, Vladimir (guitarra) e Chorão 3 (vocal), e resultou no retorno a banda à ativa. No ano seguinte, em 06 de junho de 2006 (06/06/2006) foi lançado somente pela internet o EP 6|6|6.

Em 2008, ano seu 15º aniversário, a banda faz o primeiro show do retorno em 31 de maio de 2008 no SESC de Barra Mansa, com a seguinte formação: Angelo Arede – Zé Pelintra, Chorão3 – Omulu (vocal), Vladimir – Exu Caveira (guitarra), Renzo (ex baterista da DFC)– Exu Mirim (bateria), Moreno – Exu Tranca-Ruas (baixo), Elijan (percussão). Desde então a banda se apresentou, entre outros, na 14º Edição do Goiânia Noise Festival e na edição 2010 do Porão do Rock, no Distrito Federal; e em Novembro de 2010 lança o novo álbum, “Se Deus é 10, Satanás é 666”, de forma independente

in: http://pt.wikipedia.org/wiki/Gangrena_Gasosa_(banda)


Esta entrevista dada pela banda poderá esclarecê-los mais acerca dos conceitos tratados pela mesma:

Escarro Napalm: Eu e a Gangrena Gasosa


DISCOGRAFIA

Welcome to Terreiro - Vinil - 1991

Smells Like a Tenda Espírita - CD - 1993

6/6/6 - EP - 2006

Se Deus é 10, Satanás é 666 - CD - 2010





    Data/hora atual: Sex Dez 02, 2016 7:20 pm